WOW

STORIES

 
Logo Elephant Skin - Head - Pink.png

SCROLL DOWN

 
 

/CULTURE /PEOPLE /REAL ESTATE  /CGI  /FILMS /BRANDING

elephant_skin_cwb_0271.jpg
flag-united-states_1f1fa-1f1f8.png

Roberta Lemos - Communications Manager

roberta_transparente.png

- elephant skin - 

Bem-vindo ao HubES: a casa dos Elephants! 

Espaços flexíveis de trabalho é uma tendência mundial e traz novos significados para o ambiente 

Em maio de 2021 foi analisada a demanda e as taxas de escritórios em cidades nos Estados Unidos e no Canadá. Foram pesquisados 186 locais com a ajuda de uma empresa global de design de espaços de trabalho.

Uma das tendências apontadas pela análise foi o aumento no número de empresas que adotam estratégias de escritório centralizado ou os conhecidos escritórios “hub”, utilizados para a colaboração baseada em propósitos. Além disso, os escritórios “spoke” também foram mencionados com a proposta de estarem situados em áreas mais próximas de onde os colaboradores residem. 

Relatórios recentes do mercado de coworking para 2022 preveem um crescimento que ultrapassa US$ 13,03 bilhões até 2025 e, dentre as principais tendências apontadas, estava a de proprietários entrarem como “concorrentes” no cenário coworking à medida que criam os seus próprios espaços flexíveis, que podem ser utilizados não apenas por suas equipes, mas por colaboradores e parceiros. 

A global Elephant Skin inaugurou o seu primeiro escritório HubES, localizado em Curitiba (Paraná), no Brasil, que é um espaço para o time e também para que o mercado imobiliário possa explorar. Para ter uma ideia da proposta de interação do ambiente: tem um Pub no local!

HubES – O escritório da Elephant Skin em Curitiba

Escritórios para negócios remotos representam uma demanda nessa realidade pós-pandemia, não como um local para que as pessoas trabalhem, mas um ambiente em que possam estar quando quiserem para compartilhar ideias, descontrair, falar sobre qualquer assunto, para “respirar” a cultura, inspirarem e ser inspiradas por outras pessoas. 

A Communications Manager, Roberta Lemos, conta que a ideia é que a ES tenha HubES espalhados em outros locais: São Paulo, Miami, Vancouver, Nova York e em outros lugares estratégicos onde a ES tem maior força de mercado.

“O HubES também pode ser muito legal para a apresentação de projetos, para trazer incorporadoras e parceiros. E a proposta é que as incorporadoras e parceiros também possam usar o ambiente para apresentar projetos a suas equipes”.

O escritório remoto em Curitiba tem o diferencial, quando comparado a um espaço coworking, de ser um local que representa a comunidade de Elephants que já ultrapassa mais de 100 pessoas espalhadas pelo mundo. 

É um lugar para as pessoas visitarem quando quiserem, um ambiente para “respirar gente”, sair um pouco da rotina e estar receptivo para ouvir e contar boas histórias. 

Nos primeiros dois dias de inauguração do HubES, Roberta conta sobre a experiência de se sentir “na casa da Elephant Skin”:

“Toda a ambientação, decoração, tornou o ambiente muito nosso! Estar em contato com os Elephants, conhecer melhor as pessoas de uma forma leve, descontraída, desperta um sentimento muito positivo. Torna a nossa cultura algo tangível. É uma troca de energia muito boa”.

O que muda no design desses novos espaços? 

Uma tendência na projeção dos escritórios para negócios remotos são projetos e estruturas sensíveis à “segurança psicológica” e bem-estar. Os visitantes se sentem acolhidos e para isso, os princípios biofílicos, “prospecto” (vista) e a ideia de “refúgio” são adotados, englobando é claro o conceito por trás da biofilia (termo popularizado por Edward Osborne Wilson), que quer dizer “amor às coisas vivas”.

Atualmente temos vivenciado no mundo a compreensão de grandes e complexos ecossistemas no ambiente de trabalho e o grande desafio está em como configurar e gerenciar com eficiência estes ecossistemas para que resultem cada vez mais valor e vantagem competitiva.

Dentre os principais tipos de ecossistemas classificados, está a Plataforma, voltado a empresas com o desejo de conectar facilmente inteligências e pessoas. O valor do ecossistema plataforma, tomando como exemplo o player de tecnologia, tende a aumentar com base no tamanho de sua comunidade e na troca eficiente e centrada no cliente. 

Não importa qual o segmento de mercado, o que se espera são estratégias que coloquem a colaboração como o centro de decisões de uma empresa em um ecossistema grandioso e pode acreditar que o hub faz parte disso!

Escritórios para negócios remotos realmente não fazem sentido em uma perspectiva tradicional de um “local para se trabalhar obrigatoriamente”, mas o hub, do ponto de vista de ser um lugar que existe para “personificar” todas as qualidades e cultura de uma empresa e para trocar ideias e ser transformado por pessoas, foi a grande sacada da Elephant Skin. 

E para os Elephants, fica o convite: Quando quiser tirar as pantufas, mudar a sua rotina, ter inspiração, inspirar, respirar gente, venha para o HubES!”

Gerente de Comunicação - Roberta Lemos
Jornalistas - Daiana Barasa and Juliana Rodrigues | Naiá

Entrevistado– Roberta Lemos – Gerente de Comunicação

Todos os direitos reservados para a Elephant Skin Group Corp. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

20/09/2022 - 14:30 PM EST

Logo Elephant Skin - Head - Pink.png

REMEMBER, SHARING IS CARING!

Elephant 3.png

Yes, we know!

You’re wondering

why Elephant Skin.